fbpx
as 4 direções sagradas do xamanismo

Primeiramente, dentro do Xamanismo Ancestral, cada direção cardeal é regida por um espírito guardião e elas são conhecidas como as Quatro Direções Sagradas. Esses espíritos são guias que repassam ensinamentos das estações, tempo e poderes representados por casa uma dessas direções, nos mostrando o caminho para seguirmos a nossa trajetória se forma leve e equilibrada.

 

Leia também: Benefícios da reconexão natural sistêmica para sua vida

 

Mas como nós podemos interagir com essas Quatro Direções Sagradas? Para começarmos a compreender a imensidão desses elementos, primeiramente precisamos conhecer a características de cada um deles:

As quatro direções sagradas do xamanismo

Leste

Sobretudo, o Leste representa o Sol, a energia oriunda da luz do dia, o lado masculino das direções. O seu poder é simbolizado pela força do fogo, e é representado pela águia, o falcão, o gavião, o condor e a coruja branca. Isso porque esses animais agem de forma analítica e calculada, sobrevoando antes de tomar uma decisão ou atitude, garantindo que a sua investida será segura. Todavia, com essa postura, aprendemos a ter uma visão macro da situação, nos afastando para entender melhor.

Esse movimento nos ensina a planejar uma solução e analisar os nossos problemas de forma mais racional e estratégica, ajudando a obter um ponto de vista mais sensato.

 

Leia também: Os 4 elementos no xamanismo e sua forma de encontrar o seu!

 

Oeste

Ele é a energia da noite, a energia feminina, a Lua. O Oeste é representado pelo elemento Ar, que fortalece a mente, permanece preso ao peito, estando junto ao nosso coração. Simbolizado pela pantera, a ursa negra, o morcego, a coruja e o tatu, essa direção é o símbolo da introspecção, sendo guiada pela ursa negra pelo caminho correto.

Assim como a ursa negra se prepara para hibernar, o Oeste nos ensina a nos preparar para enfrentar as situações que estão por vir, os nossos traumas, medos e inseguranças. Com a sua filosofia, aprendemos a nos livrar de tudo que impede a nossa evolução.

Sul

Primeiramente, o Sul é a fluidez, representado pela água e pela energia da criança. Essa direção dá força ao plano emocional e ao coração. Os animais que simbolizam o Sul são: o lobo, o coiote, a lontra e o golfinho. Essa direção nos mostra que é o momento de revolucionar, romper os padrões e descobrir o nosso verdadeiro potencial. O Sul nos mostra quem realmente somos e os nossos talentos mais profundos.

Norte

Esse movimento é o que nos guia para a sabedoria, para a ancestralidade e o que é antigo. O Norte é simbolizado pelo elemento Terra, que nos dá força e está diretamente ligado à nossa estrutura física. Ele é simbolizado Por animais firmes, que caminham em quatro patas, como o alce, o búfalo e o cavalo. Por meio dessa direção, podemos aprender a criar confiança e segurança, entendendo a profundidade do nosso ser.

Nesse momento, aprendemos a seguir nossas intuições e dar o “mergulho da águia” rumo aos nossos objetivos, conhecendo as nossas metas e nos preparando para o momento crucial. Enfim, o Norte nos trás determinação e firmeza, apoiando a concretização dos nossos sonhos. Ele nos guia para a ação, acreditando em nosso potencial e capacidade de ser feliz.

1 comentário em “As Quatro Direções sagradas do Xamanismo”

  1. Pingback: Meditação das quatro Direções no Xamanismo | sutanashi.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *