A impermanência e a causa do sofrimento

A impermanência e a causa do sofrimento

A impermanência e a causa do sofrimento
A impermanência e a causa do sofrimento
A cura vem da união.

A impermanência e a causa do sofrimento e a cura vem da união. Faz sentido pra você?
Volta e meia somos assolados por uma notícia ruim ou ate mesmo uma tragédia enorme que nos desestabiliza toda a nossa existência.
Está montanha russa de emoções tortuosas de incertezas acidifica nosso organismo nos tornado mais sucessíveis a doenças físicas, mentais e emocionais.

Claro que entendemos que 5% das doenças são patológicas e não estamos descartando isso.
Mais imaginar que 95% das doenças são causadas por uma acidez que geramos por desconexão ou traumas emocionais e situações que nos geram dor, não te assusta?

… A um tempo atrás comecei estudar sobre o budismo e sua visão sistêmica sobre nossa existência humana , e uma das coisas que me chamou atenção foi a tal impermanência e a causa do sofrimento. Ali muitas fichas caíram e comei a perceber que a maior causadora do caos em minha vida era eu mesma e o apego a minhas emoções mau resolvidas. .

Como assim?

Através do apego sobre todas as coisas,pessoas, situações e sentimentos .

Enfim; meu despertar se deu através da Dor, passei por diversas provas que me desafiaram a seguir adiante passe o que passe . Neste Ínterim , percebi que tudo que eu precisava estava no aqui e agora e que surfar na impermanência era uma habilidade , que me conduzia cada vez mais para dentro, pois tudo que sacode fora, precisa de uma estrutura flexível, límpida e verdadeira dentro.

Mesmo em momentos como este, de tantas mudanças comportamentais , estruturais saber a direção que deve seguir, mais deixar uma boa dose para os acontecimentos do presente. ( Afinal ,não poderia ter melhor nome para definir uma experiencia da qual não temos qualquer controle.)

, Continuando ; Este sentimento de presença me trouxe bastante tranquilidade nos momentos decisivos em minha vida, pois percebi que embora eu gostasse da normalidade ou calmaria , vivia em um mundo cheio de diferenças que distanciavam e geravam disputas e caos a todo instante, Pois a conexão era apenas pelo ter e não pelo ser.

Minha maior descoberta durante este estudo foi que mesmo em um mundo que vivemos as diferenças cada vez mais perto, somos capazes de viver de forma saudável e também amorosa através de uma conexão sincera com o ser. ( E como se o mundo e as pessoas agora pudessem me ouvir, Pois passei a ouvi-las também). Uma troca generosa que apenas através do ser é possível experimentar.

Sinto que este sentimento que experimentei de forma individual, agora esta acontecendo de forma global, se soltarmos o controle e o medo, veremos que apenas restara o amor e compaixão a muito tempo não experimentado pela humanidade.

Tudo é feito de escolhas , e o Ego é um inimigo poderoso que nos impulsiona ou paralisa nossa evolução,depende de como alimentamos ele.
Quando crie a Reconexão sistêmica natural, meu maior desejo, era levar pessoas a se conectarem com sua essência, potência, e amor próprio , alem de tudo aquilo que representasse uma melhor percepção espacial de ligação com o todo , ou o que a de divindade dentro de nos. .

O que sou como ser humano?
E o que vim fazer aqui neste mundo?

Perguntas estas que levam a questionar nossa existência e também os valores que carremos ao longo de nossa vida.

O processo de conexão com o ser de da através da desidentificação do corpo, mente, coração e espírito,não é algo que podemos chamar de gostoso. Pois é através da conscientização de nossa própria mediocridade que experimentamos a maior quantidade de luz. “Eu sei que nada sei.
Quando criamos a união destas 4 partes de nossa existência
através desta consciência de desapego ,criamos a união sagrada, uma relação com nossa unidade ou ser divino .

E neste lugar tudo realmente acontece. .Onde o que nos divide perde força e fica apenas aquilo que nos une.

Compreender isso, levou dezenas de anos pois meus estudos começaram quando eu tinha 9 anos , através dos livros da minha mãe . Mais o que uma criança entendi sobre tudo isso que falamos de forma tão atual?

Eu já na década de 80 era uma criança polemica, estava a frente do meu tempo e questionava tudo que me parecia fora do normal ou aceitável para o coletivo ;(o famoso por que é assim ou o famoso tem que ser assim ) Nunca me conformei com o lugar que as pessoas queriam me colocar. Já entendia de alguma forma qual eu gostaria e precisaria ocupar.

Mas não foi uma trajetora fácil , tive que lidar com muita rejeição, pois aquilo que não se encaixa, é repelido e não entendido . E por isso o estudo da impermanência e a causa do sofrimento fez tanto sentido em minha vida.

Apenas e através de uma vida consciente é possível ter uma melhor qualidade de vida. Digo, saudável em todos os sentidos.

E vendido a todo instantes nas mídias de massa o consumo por coisas e sensações de poder e bem estrar.
Quando na verdade precisaríamos apenas ter uma vida mais conectados com a natureza interna e externa..

E porquê é ignorado isso diariamente?
Porquê manter pessoas saudáveis e conscientes não é lucrativo!


Mas o que você pode fazer para mudar sua realidade de vida e também apoiar em seu entorno.?
1 Sempre questione? sempre pergunte ou se pergunte o porquê destas manobras extremistas?
Porquê , porquê, porquê?

2 mantenha sua mente alimentada com boas leituras sobre assuntos que tenham relevância em sua evolução. Se não souber por onde começar pergunte. Posso indicar centenas de livros de despertar de consciência .

Bom esta é uma reflexão para aqueles que estão com sede de uma vida mais, feliz, sincera e cheia de possibilidades.
No nosso próximo poste vamos falar sobre alguns alimentos que te apoia a melhorar sua imunidade.

Força e luz em sua caminhada, e ate o próximo!

Por: Sutanashi

1 comentário em “A impermanência e a causa do sofrimento”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat